Pecicotrópicos

Posted on 4 abril 2007

1


Existem seres humanos que depois que ingerem substâncias estranhas ao corpo humano ficam doidões. Começam a ver macacos, leitões, peixes, começam a achar que são aquários… Em resumo, piram o cabeção. Muitos saem da casinha e nunca voltam. Um exemplo disso seria minha queridíssima amiga Jackosa da Silva, la rica. Tanto foi o consumo de tais substâncias que ficou lesada permanentemente. A prova disso está no seu blog.

Algumas pessoas andam dizendo que invento histórias, que invento fatos, mas não. Digo, redigo e corroboro: não invento não. Tudo fato, comprovado cientificamente e aprovado pelo Inmetro. A prova está lá no blog dela.

Meu aviso: isso se trata de saúde nacional. Sim, conselhos são sempre bem-vindos. A mesma pessoa que, na sua adolescência usufruiu de tais produtinhos, disse que comia no McDonald’s e afins, também usava as pepitas. Fico eu me perguntando o que foi que a levou à tamanha falta de lucidez: os pecicotrópicos ou os hambúrgueres do Méqui. Na via das dúvidas, melhor não ingerir nem um nem outro.

Sugerencia del troesma

Astrid é uma garota que mora na Itália e que joga basquete lá profissionalmente. No entanto, as todos que ela tira são desconcertantes: Picturing.

Our freek world

Camilo está a full. Encontrou algo digno de nota: Criança batizada de Metallica não consegue registro. Por que será?

Posted in: Uncategorized