Segunda teve festa lá no meu apê…

Posted on 11 abril 2007

1


Eu de manhã saindo de casa, quase entrando no elevador:

– ¿Todo bien? ¿Como te va?
– Bien, ¿y vos?
– Bien, por suerte.
– ¿Hubo fiesta ayer?
– Che, mirá, disculpá el ruido de ayer. El tema es que recebimos visita, una pareja de España, y ayer el chico cumplió años, así que le hicimos una fiestita…
– ¿Y cuanto cumplió?
– 25.
– ¡Qué bueno! Linda edad.
– Sí…


A princípio, essa rápida conversação com minha vizinha não significaria nada se não tivéssemos feito uma “festinha” aqui em casa. Detalhe, na dita “festinha” rolou comidarada (polenta com carne e queijo – agradecimentos às excelentíssimas cozinheiras Brusquense e Madá), vinharada (cinco garrafas de bom vinho; nada de vinho de quinta), caipirinha e um forrozinho para animar os ânimos tupiniquins em terras platenses.

Agora, para entender melhor toda a situação, imaginem a seguinte cena: uma velhota, sentada no seu sofá, de pantufas, tomando o seu chá, com bobes na cabeça e o marido gordinho babando no sofá. Em seguida, imaginem ela animadíssima para ver o seu programa de segunda preferido, aquele de perguntas e respostas do apresentador chato e bolha. Então imaginem o programa começando e a galera da festa chegando. É galera conversando, é galera confraternizando. É, por outro lado, ou melhor dizendo, do outro lado da parede, velha aumentando o som da tv. É de volta galera festando, tomando vinho, contando piada. É, do outro lado, a velha aumentando novamente o volume (já estamos no volume 25 e a tv tem 40). É galera pulando e dançando. É a velha pondo no máximo. Nisso, o maridinho gorduchinho e babão acorda, resmunga algo em castelhano inintelingível e vai para o quarto. Esse resmungo deve ter sido algo como: “¡La re puta que los parió a eses brasileños! ¿Fiesta el Lunes?” Do outro lado da parede, do lado pentacampeão, é só nós comendo polenta e o zoando com a Nena. Por fim, do lado argento só dá velha se enfezando e mandando às nossas santas mãezinhas vai saber para onde. Nós, do nosso lado pentacampeão, nem demos bola.

Algumas cenas periclitantes são (in)felizmente dignas de nota, tais como:







Acho que não é preciso fazer mais nenhum comentário, não é? Cidadão que faz festa na segunda só pode ter cheirado meia ou comido muita milanesa.

Sugerencia del troesma

Amy Winehouse. Para quem gosta de música com vocal feminino forte, fica aí a estranhamente gostosa da Amy.

Our freek world

Camilón el campeón está a full. Andou me abastecendo com inúmeras notícias freeks desse mundão véio já sem porteira faz tempo. A de hoje é: Sem-noção nada 5000 km.

Posted in: Uncategorized