Carrocinha

Posted on 29 maio 2008

6


A minha “não tão querida porém já apreciada” carrocinha foi-se embora. Ela não era linda, não era possante, não era nada de especial, mas era a minha carrocinha. Mais: além de minha, era única. De tão anciã, já tinha virado “highlandra” a bichinha.

Embora temperamental e difícil de lidar, a carrocinha possuía o seu charme. Mais que muita gente metida por aí (cada um sabe o nariz que tem). Não há o que negar: nos demos bem. Foi um bom mês e meio, quase dois, de convivência quase pacífica (nesse “quase” está implícito um ter querido espancá-la, destruí-la e jogá-la pela janela quando ela teimava em não me respeitar). Às vezes, se estava boazinha, ia que ia linda, faceira, cheia de ternura aonde quer que fosse. Fazia o que eu mandava, na ordem que eu queria. Tudo como manda o figurino.

Outras vezes, quando tinha começado o dia com o pé esquerdo (independente do dia, sempre levava de 10 a 15 minutos para pegar no tranco), a bicha se negava a absolutamente tudo. Não havia santo que a fizesse se mover ou sair de sua teimosia. Nessas horas, não me restava outra coisa que reclamar, praguejar e esperar a sua boa vontade.

No entanto, de tanto eu me queixar, a carrocinha foi substituída e enviada dessa para uma melhor. Espero eu que para o paraíso das carrocinhas. Agora, pois, estou turbinado: new carrocinha 2ª versão plus dasarábias! Mas a 1ª ainda mora no meu coração…

Descrição física da carrocinha antiga:

50cm de altura por 60cm de “fundura”;

2kg e lá vai fumaça;

cor de parede bege suja;

suja;

Pentium I!;

Windows 2000!;

e, o mais importante, fantásticos 256MB de RAM!!!

Digam lá se a carrocinha não era uma belezura de caixinha de computar?! Por mais que não conseguisse abrir internet e pedeéfes ao mesmo tempo, a calculadora e o Paint iam juntinhos supimpa sem travar. Bobeando, dava até para jogar paciência.

Ô não-saudade da minha carrocinha!


Obs.: de tanto eu chamar o meu ex-computador do trabalho de “carrocinha”, ela acabou até ficando conhecida por; o funcionário do setor da informática, quando chegou para trocá-la, disse: “É hoje o dia da carrocinha!”


Posted in: Uncategorized