Be a Googler!

Posted on 16 fevereiro 2009

1


A história é longa, mas eu vou resumir…

Muitos riem de mim quando digo que quero trabalhar no Google. Não porque eu saiba programar, mas sim porque eu vivo tendo ideias legais, que poderiam muito bem ser usadas pelo gigante da internet. 

De uns tempos para cá venho matutando com os meus botões: como diabos é que eu posso conseguir um emprego no Google, seja nas sedes brasileiras ou nas do exterior? Refleti, refleti, refleti e cheguei a uma conclusão: por que não criar um blog falando do Google em geral, utilizando somente suas ferramentas (o Blogspot é do Google; YouTube, etc.) e mostrando meu fascínio pela empresa. Assim, quem sabe, eu conseguisse me divulgar e pleitear uma vaga. 

Aproveitei que já tinha conta no Blogspot (lembrem-se que o Bons Ares antes era hospedado lá) e criei um novo blog, chamado I wanna be a googler. Fiz um layout básico, inspirado nos preceitos de simplicidade do Google e escrevi o primeiro post, em inglês (se queria me divulgar, nada melhor que escrever em inglês, idioma oficial do buscador). 

No entanto, já após ter feito tudo isso, comecei a fuçar na net e encontrei um site baseado na mesma ideia, e em português. Está certo que havia inúmeras diferenças estruturais nos nossos dois “blogs”, mas a ideia-base era a mesma. Lendo o tal site, fui me dando conta de que o F. Ricotta, autor de Eu quero trabalhar no Google, não tinha tido nenhum êxito, apesar de suas inúmeras tentativas. A que conclusão cheguei: de que por mais que a ideia fosse muito boa, ninguém no Google ia contratar alguém como eu que não soubesse programar nem que tivesse uma carreira relacionada à computação, ainda mais se eu levar em conta de que já mandei meu CV inúmeras vezes para diversas vagas do Google e nunca recebi um retorno. 

Tendo tudo isso em vista, apaguei tudo, refiz o layout e escrevi um novo primeiro post com outro foco: simplesmente o de dar asas à minha curiosidade e fascínio a respeito do Google e criar um ensejo para mim mesmo de pesquisar mais sobre algo que gosto. 

Sendo assim, convido-os a ler o blog Be a Googler. Quem sabe lhes seja útil ou ajude em algo.

 

Be a Googler!

Be a Googler!

Posted in: Texto