Tempo

Posted on 20 agosto 2009

2


Este que escreve o Bons Ares tem trabalhado bastante nos últimos dias. Muitos “encaminhamentos” a serem dados, muitas coisas para resolver, muitas pendências a serem despendidas. Parece que a vida, quanto mais velho se fica, menos tempo te reserva…

Sim, sensação comum nos últimos tempos tem sido ver o tempo despedir-se devagar. Parece que a areia da ampulheta não espera, não aguarda, não discrimina. Se esvai aos poucos. Dizem os sábios que o tempo e o corpo são as únicas coisas que realmente temos na vida, mas que, embora não queiramos, vão deixando de ser nossos para serem do mundo.

Eu concordo.

O tempo sempre foi uma grande preocupação minha. Não como evitar que se vá das minhas mãos, mas sim como lidar com sua inevitável perda. Perde-se o tempo a cada instante. A cada segundo que passa você tem um segundo a menos na sua vida.

Isso sempre me chocou. Sempre me fez refletir.

O tempo me faz pensar no tempo, que me faz pensar em mim inserido na vida que levo. É quase um ciclo. Um ciclo que às vezes se fecha, e às vezes não…

O tempo dirá. O tempo sempre acaba dizendo…

Marcado: , ,
Posted in: Pensação